CATEGORIAS

Transmissores de Densidade


  • Descrição Funcional:

  • • Exatidão ±0,0004 g/cm³ (±0,1 °Brix);
  • • Compensação de Temperatura;
  • • Range 0,5 g/cm³ - 5 g/cm³;
  • • Padrões de conexões ao processo Industrial e Sanitário;
  • • Indicador Digital LCD;
  • • Leitura direta de Densidade ou Concentração em unidades de engenharia tais como: g/cm³, kg/m3, Densidade Relativa, °Brix,°Baume, °Plato, °INPM, °GL, °API, % Sólidos, Concentração em %, etc;
  • • Adequado para Fluídos Estáticos e Dinâmicos;
  • • Alimentação e Comunicação sobrepostas à dois fios;
  • • Diferentes opções de materiais para as partes molhadas;
  • • Unidade única e integrada sem partes móveis;
  • • Calibrado em Fábrica e Auto Calibração;
  • • Recalibração no processo:
    •      • Sem referência padronizada;
    •      • Sem calibração em laboratório;
    •      • Sem interrupção do processo.
  • • Auto diagnóstico;
  • • À prova de tempo, à prova de explosão e intrinsecamente seguro;
  • • A estratégia de controle é construída pela instanciação dinâmica dos blocos;
  • • Configuração e Parametrização por meio de ferramentas disponíveis no Mercado, ou seja, utilizando PC ou cartões PCMCIA ou pode-se configurar através do ajuste local (pode ser utilizado com um display LCD);
  • • Uso do Bloco Funcional de Entrada Analógica;
  • • Totalmente digital: sensor, circuito e comunicação;
  • • Configuração via ajuste local (Foundation fieldbus™; e PROFIBUS PA);
  • • Fácil atualização de firmware (Memória Flash via Interface) para Foundation fieldbus™ e PROFIBUS PA;
  • • Fácil Manutenção;
  • • Três opções de tecnologia: HART®, Foundation fieldbus™ e PROFIBUS PA.

 

DT301 - HART® - 4 a 20 mA

  • • Modo de operação Multi-drop;
  • • Suporta DTM e EDDL.


 

DT302 - Foundation fieldbus™

  • • Corrente de consumo de 12mA;
  • • Três blocos de função para entradas analógicas: densidade, concentração e temperatura;
  • • Integração ao Simatic PDM;
  • • Suporta DTM e EDDL;
  • • Perfil 3.0 facilita intercambiabilidade.
 

 

DT303 - PROFIBUS PA

  • • Corrente de consumo de 12mA;
  • • Três blocos de função para entradas analógicas: densidade, concentração e temperatura;
  • • Integração ao Simatic PDM;
  • • Suporta DTM e EDDL;
  • • Perfil 3.0 facilita intercambiabilidade.

 

O Transmissor Inteligente de Densidade DT300 “Touché” é um equipamento projetado para medição continua de concentração e densidade de líquidos, diretamente nos processos industriais.

Sua tecnoloia pioneira consiste de um sensor capacitivo de pressão diferencial acoplado a dois repetidores de pressão que estão mergulhados no processo. Um sensor de temperatura localizado entre os repetidores de pressão compensa a variação da temperatura do fluído do processo.

Um software, por meio de um algoritmo dedicado, calcula a densidade do fluído.

Dependendo do processo industrial, a densidade pode ser expressa em g/cm3, Kg/m3, lb/ft3, Densidade Relativa, grau Brix, grau Gay-Lussac, grau Baumé, grau Plato, grau INPM, grau API, % de Sólidos, Concentração em %, etc.

Projetado para aplicações de controle de processo, esses transmissores à 2 fios geram um sinal proporcial a concentração/densidade. Também é fornecido comunicação digital para calibração remota e monitoração.

 

Diagrama de Blocos:

Diagrama de Blocos - DT300 Series - Trasmissores de Densidade

 

O DT300 “Touché” está disponível em dois modelos:

  • • DT300I (Modelo Industrial) para uso geral;
  • • DT300S (Modelo Sanitário) para indústria alimentícia e outras aplicações onde são exigidas conexões sanitárias.


Em ambos os modelos são disponíveis dois tipos de montagem: montagem de topo (tipo reto) e montagem lateral (tipo curvo).

A instalação pode ser feita em tanques abertos ou pressurizados, ou em linha por meio de um vaso amostrador. O modelo Sanitário que possui a Certificação 3-A (Autorização N° 1399) usa uma conexão Tri-Clamp permitindo uma rápida e fácil colocação e retirado do processo. O acabamento da superfície molhada é polida e portanto está livre de fendas onde poderia juntar bactérias e alimentos. A norma sanitária 3A é a mais largamente aceita nas indústrias de alimento, medicamentos e bebidas.

 

 

Vídeo Institucional DT300 Series - Transmissor de Densidade:

DT300 Series - Transmissores de Densidade from SMAR on Vimeo.

 


Aplicações:

  • Usinas de Açúcar e Álcool:
    Brix do caldo misto, brix do mosto, brix do xarope, brix do mel, brix do magma, brix da calda dissolvida, baumé do leite de cal, nível de interface do ciclo hexano, densidade do lodo do decantador, grau INPM do álcool hidratado, grau INPM do álcool anidro, etc.
     
  • Indústria de Laticínios:
    Lactose, leite condensado, iogurte, requeijão, ácido lático, etc.
     
  • Indústria Alimentícia:
    Óleos vegetais, extração de miscela, xarope de frutas, diluição de amido, glucose, gelatinas, geléias, doces, mel, polpa de tomate, sucos cítricos, etc.
     
  • Indústria de Papel e Celulose:
    Licor negro, licor verde, licor branco, concentração de soda cáustica, lama de cal, diluição de cinzas, diluição de talco, licor vermelho, concentração de tinta, diluição de polpa, hidróxido de potássio, etc.
 
  • Indústria de Bebidas: Cervejas (grau plato no processo de fermentação, no cozimento, etc.), refrigerantes (brix do açúcar líquido, etc...), licores, vinhos, café solúvel, malte, tequila, etc.
     
  • Indústria Química: Ácidos: concentração/mistura, soda cáustica, glicol, solução salina, detergente, tolueno, uréia, potássio, etc. Mineração: Polpa de minério, extração de finos, flotação, espessador, concentração de ácidos, diluição de amido, raspadores, lama de cal, etc.
     
  • Indústria Petroquímica: Água de lavagem de gases, óleos lubrificantes, extração de aromáticos, óleos combustíveis, gasolina, querosene, nível de interface água/óleo, etc.

 

A série DT300 encontra-se disponível em três diferentes tecnologias: HART® (DT301), Foundation fieldbus™ (DT302) e PROFIBUS PA (DT303). Estes instrumentos podem ser configurados por meio de softwares de configuração da SMAR ou de outros fabricantes.

O ajuste local está disponível para o DT302 e DT303. Para esses modelos é possível configurar ajuste de concentração, auto-calibração, leitura direta da densidade ou concentração em unidades de engenharia, e outras funções usando-se a chave magnética. A SMAR desenvolveu o Asset View, uma ferramenta web amigável que pode ser acessada de qualquer lugar a qualquer hora, usando-se um navegador da Internet. O Asset View foi projetado para o gerenciamento de diagnósticos dos instrumentos de campo, para auxiliar na manutenção reativa, preventiva, preditiva e proativa.
 

DT301 (Protocolo HART®) pode ser configurado por:

  • • CONF401 da SMAR para Windows e UNIX;
  • • DDCON100 da SMAR para Windows e UNIX;
  • • HPC301 da SMAR para vários modelos de Palms*;
  • • Ferramentas de configuração de outros fabricantes baseadas em DD (Device Description) ou DTM (Device Type Manager), tais como AMS™, FieldCare™, PACTware™, HHT275 e HHT375, PRM Device Viewer.

 

O DT302 utiliza o protocolo de comunicação H1, uma tecnologia aberta que permite que qualquer ferramenta de configuração H1 habilitada configure este equipamento.
O Syscon302 (System Configuration Tool) é um software usado para configurar, operar e dar manutenção aos equipamentos de campo. O Syscon oferece interação eficiente e amigável com o usuário, usando Windows NT versão 4.0 ou mais recentes, Windows 2000 e Windows XP.

Ferramentas de configuração tais como AMSTM e HHT375 podem configurar os Equipamentos DT302. Arquivos DD (Device Description) e CF (Capability File) podem ser baixados do site da SMAR ou da Fieldbus Foundation .
O DT302 suporta estratégias de configuração complexas devido à alta capacidade e variedade dos blocos funcionais instanciáveis.

Estão disponíveis dezessete tipos de blocos funcionais, e até vinte blocos funcionais podem operar simultaneamente. A tecnologia Fieldbus possibilita que o Asset View acesse infomações de status e diagnóstico. Desta forma os procedimentos de manutenção se tornam mais eficazes, fornecendo maior segurança e disponibilidade da planta.

DT300


O DT303 (Protocolo PROFIBUS PA) pode ser configurado usando Simatic PDM e pelo conceito de ferramenta FDT (Field Device Tool) e DTM (Device Type Manager), tais como FieldCare&trade e PACTware&trade. Pode também ser configurado por qualquer sistema PROFIBUS usando o arquivo GSD.

O PROFIBUS PA também apresenta informação de qualidade e diagnóstico, melhorando o gerenciamento e manutenção da planta.
 

DT300

 

Especificações

Saída e Protocolo de Comunicação
HART®: A dois fios, 4-20 mA com comunicação digital sobreposta (Protocolo HART®).
Foundation fieldbus™; e PROFIBUS PA: Somente digital. De acordo com IEC 61158-2:2000 (H1): 31,25 kbit/s com alimentação pelo barramento.
Alimentação Corrente Quiescente
HART®: 12-45 Vdc.
Foundation fieldbus™ e PROFIBUS PA: Fonte de Alimentação pelo Barramento: 9-32 Vdc. Corrente Quiescente: 12 mA.
Indicador
Indicador LCD de 4½-dígitos numéricos e 5 caracteres alfanuméricos (opcional).
Certificação em Área Classificada
HART®, Foundation fieldbus™ e PROFIBUS PA: À prova de explosão, à prova de tempo, intrinsecamente seguro (CEPEL, Dekra/EXAM, FM, NEMKO, NEPSI).
Foundation fieldbus™ e PROFIBUS PA: FISCO Ex ia IIC T4 (CEPEL, Dekra/EXAM, NEPSI) e FNICO Ex nl IIC T4 (CEPEL, Dekra/EXAM)
Outra Certificação
HART®, Foundation fieldbus™ e PROFIBUS PA:Padrão Sanitário 3A.
Ajuste de Zero e Span
Não interativo. Via comunicação digital ou ajuste local.
Alarme de Falha (Diagnóstico)
Diagnósticos detalhados por meio de comunicação para todos os protocolos.
HART®:Em caso de falha no sensor ou no circuito, o autodiagnóstico leva a saída para 3,6 ou 21,0 mA, de acordo com a escolha do usuário.
Foundation fieldbus™: Para falhas no circuito do sensor, eventos são gerados e o status é propagado para saída dos blocos funcionais de acordo com a estratégia. Diagnósticos detalhados estão disponíveis nos parâmetros internos dos blocos funcionais.
PROFIBUS PA: Para falhas no circuito do sensor, eventos são gerados e o status é propagado para saída dos blocos funcionais de acordo com a estratégia. Diagnósticos detalhados estão disponíveis nos parâmetros internos dos blocos funcionais.
Limites de Temperatura
Ambiente: -40 a 85 °C (-40 a 185 °F)
Processo: -20 a 150 °C (-04 a 302 °F)
Estocagem: -40 a 100 °C (-40 a 212 °F)
Display Digital: -10 a 60 °C (14 a 140 °F)
Tempo para Iniciar Operação
HART®: Opera dentro das especificações em menos de 5 segundos após a energização do transmissor.
Foundation fieldbus™ e PROFIBUS PA: Opera dentro das especificações em menos de 10 segundos após a energização do transmissor.
Configuração
HART®: Por meio de comunicação digital (protocolo HART®) usando o software de configuração CONF401, DDCON (para windows), HPC301 ou HPC401 (para Palms). Também pode ser configurado usando ferramentas DD e FDT/DTM.
Foundation fieldbus™ e PROFIBUS PA: Configuração básica pode ser feita através do uso de ajuste local com chave magnética se o equipamento for provido de display. A configuração completa é possivel através do uso de ferramentas de configuração.
Limite de Pressão Estática
7 MPa (70 kgf/cm²) (1015 psi).
Limites de Humidade
0 a 100% RH.
Limites de Amortecimento
Via comunicação digital: de 0 a 32 segundos somado ao tempo de resposta do sensor (0,2 s).

_______________________________________________________________________________________________
 
Conexão Elétrica
1/2 - 14 NPT
M20 X 1.5
PG 13.5 DIN
Conexão ao Processo Modelo Industrial: Flange ANSI B16.5 4” em Aço Inox 316.
Modelo Sanitário: Tri-clamp 4” em Aço Inox 304.
Partes Molhadas Diafragmas Isoladores:
Aço Inox 316L ou Hastelloy C276.
Anéis de Vedação (para modelo Sanitário):
Buna N, Viton™ ou Teflon™.
Partes Não Molhadas Invólucro:
Alumínio injetado com pintura em polyester ou Aço Inox 316. De acordo com NEMA 4X, IP66/68 W.
Fluído de Enchimento:
Silicone (DC200/20, DC704), Glicerina e Água, Neobee M20 Propileno Glicol.
Anéis de Vedação do Invólucro:
Buna N.
Plaqueta de Identificação:
Aço Inox 316.
Montagem Lateral ou de Topo.
Pesos Aproximados 8 kg (18 lb) – Modelo Sanitário.
12 kg (26 lb) – Modelo Industrial.

_______________________________________________________________________________________________
 
Limites de Amortecimento
Via comunicação digital: de 0 a 32 segundos somado ao tempo de resposta do sensor (0,2 s).
Precisão Para faixa 1: ±0,0004 g/cm³ (±0,1 °Bx)
Para faixa 2: ±0,0007 g/cm³
Para faixa 3: ±0,0016 g/cm³
Linearidade, Histerese e Repetibilidade estão incluídos.
Estabilidade (por 12 meses) Para faixa 1: 0,021 x 10-3 g/cm³
Para faixa 2: 0,083 x 10-3 g/cm³
Para faixa 3: 0,521 x 10-3 g/cm³
Efeito de Temperatura Ambiente (por 10 °C) Para faixa 1: 0,003 x 10-3 g/cm³
Para faixa 2: 0,013 x 10-3 g/cm³
Para faixa 3: 0,041 x 10-3 g/cm³
Efeito de Pressão Estática Pressão Estática no Zero
Para faixa 1: 0,001 x 10-3 g/cm³
Para faixa 2: 0,004 x 10-3 g/cm³
Para faixa 3: 0,007 x 10-3 g/cm³
Efeito de
Alimentação
± 0,005% do span calibrado por volt.
Efeito da Posição de Montagem Pode ser eliminado após a instalação. Nenhum efeito no span.
Efeito da Interferência Eletro-Magnética Projetado de acordo com a norma IEC 61326.

 

 

Desenhos Dimensionais
 

 

Modelo Industrial


 

Modelo Sanitário

 

  • • Viton e Teflon são marcas registradas de E. I. DuPont de Nemours & Co.
  • • HART® é marca registrada de HART® Communication Foundation.
  • • Foundation é marca registrada de Fieldbus Foundation.
  • • Profibus é marca registrada de Profibus International.
  • • Esse produto é protegido pelas patentes americanas 6,234,019 e D439,855.